Médica fisiatra Regina Chueire

Toxina botulínica oferece bons resultados na reabilitação de pacientes com sequelas de AVC

O AVC restringe os movimentos e a possibilidade de deformidades
osteoarticulares geradas pela sequela da doença afetam diretamente a
qualidade de vida dos pacientes e diminuem radicalmente sua autonomia
para realizar atividades diárias simples, como escovar os dentes,
pentear os cabelos ou segurar um copo.
De acordo com pesquisa realizada com 810 pacientes com espasticidade em
31 países, a rigidez e a amplitude de movimento limitada nos membros
afetados são os sintomas que mais impactam a qualidade de vida para 42%
dos entrevistados; postura anormal, dor ou incapacidade de dormir é a
condição que mais incomoda 34,5% deles e as limitações nas
atividades da vida diária, como tomar banho, vestir-se, comer ou cortar
as unhas, aparecem em 23,5% dos casos.
\"A aplicação da toxina botulínica é parte de um tratamento
multidisciplinar que envolve terapias complementares e possibilita que
os profissionais de saúde alcancem bons resultados na reabilitação de
pacientes pós-AVC, como a melhora na movimentação voluntária do
membro afetado e das atividades funcionais, além de diminuir a dor
causada pela rigidez do músculo. O objetivo primordial do tratamento é
que o paciente retome suas atividades diárias de forma mais
independente possível\", comenta a médica fisiatra Regina Chueire, ex-presidente da Associação Brasileira de Medicina Física e REabilitação - ABMFR.
O tratamento com a toxina botulínica A age no músculo injetado,
relaxando-o e possibilitando devolver temporariamente a mobilidade ao
paciente. Com o músculo relaxado, o fisioterapeuta consegue atuar e
evoluir com o tratamento, de forma que o paciente realize movimentos
antes impossibilitados.


Números do AVC

- No Brasil, o AVC causa cerca de 68 mil óbitos por ano e representa a
primeira causa de morte e incapacidade no País[1].
- No mundo, são 16 milhões de ocorrências de AVC por ano, que geram
6 milhões de mortes[1] e 5 milhões de casos de incapacidade,
especialmente de espasticidade, que se caracteriza pelo aumento anormal,
ou hiperatividade, no tônus muscular.

55 (17) 3308 2718 / 55 (17) 3308 2443 / 55 (17) 3217 1649
intermidia@intermidiariopreto.com.br
São José do Rio Preto – SP
Todos direitos reservados à Intermidia Comunicação.
Criação de Sites: